TÉCNICAS DO KARATE

Armas do karate
Os ataques de braço e perna, as defesas e bases do KARATE, podem ser aprendidos rapidamente. Porém, para o aperfeiçoamento dessas técnicas, é necessário treiná-las arduamente por longo tempo, chegando, algumas delas, ser impossível atingir um nível ótimo de performance. Para tanto, o treinamento constante no sentido de auto superação e o conhecimento biomecânico e fisiológico do corpo humano, são fundamentais.
A investigação cientifica serviu para comprovar e aumentar a eficiência e eficácia dos golpes ensinados ao longo dos anos pelos antigos mestres.
Ao considerar a técnica como sendo o procedimento mais racional e econômico para alcançar o objetivo e levar a efeito as técnicas do Karate, faz-se necessário observar alguns aspectos que consideramos fundamentais, que são: Forma, Kime, Quadril e Respiração, que para efeitos didáticos, apresentamos separadamente.

1. FORMA
Conforme Nakayama (1987), a aplicação dos golpes com postura adequada é fundamental pois, no momento do impacto, se produz um forte contra-impacto (Ação e Reação, terceira lei de Newton), que para suportá-lo é importante a firmeza das articulações.
Para a obtenção do máximo de potência, é necessário ter equilíbrio e estabilidade, o que é alcançado com uma forma ou postura correta. Consideramos forma correta o posicionamento equilibrado do corpo desde a base de sustentação ate o ponto de contato com o adversário.Quanto à base, é importante ter-se em conta que ao abaixar muito o centro de gravidade (base excessivamente longa), alcança-se maior equilíbrio, mas re-duz-se a imobilidade. Portanto1 é importante a utilização de uma base firme, porém elástica, que possibilite deslocamentos rápidos sem comprometimento do equilíbrio e da estabilidade.
2. POTÊNCIA ou “KIME”
Para dominar o adversário, o karateca utiliza-se da energia produzida por sua musculatura. Segundo Nakayama (1987, p.16), a força eficaz no Karate é a força veloz (potência) “… aquela que se acumula com a velocidade”(…) “a força que a velocidade consegue concentrar no momento do impacto”.
Uma coordenação ótima entre a musculatura agonista (a que realiza o movimento) e a antagonista é importante para que haja velocidade na execução da técnica. Além disso, o aproveitamento máximo da trajetória e a concentração da força (contração de todo o corpo) no momento do impacto, são fundamentais para levar a efeito as técnicas do Karate.
Um ponto a destacar é que o excesso de contração durante a execução do golpe, diminui a sua velocida-de, diminuindo a potência final. Para reagir mais rapidamente, o karateca deve estar com a musculatura relaxada e em alerta.A contração máxima de todo corpo deve ser apenas na finalização do golpe, durante uma fração de segundo. Ela é a responsável pelo aumento da estabi-lidade das articulações para resistir ao impacto e contra-impacto.
3. USO DA CINTURA PÉLVICA OU “QUADRIL”
Elo de ligação dos membros inferiores ao restante do corpo, o quadril tem participação significativa nas técnicas de ataque e de defesa.
A cintura pélvica produz, em movimento de rotação, grande força centrífuga. Unindo a essa, a velocidade de membros superior ou inferior, multiplica-se a potência do golpe. “…no Karate-do. Os ataques tanto de braço como de perna, se realizam com o quadril e igualmente as defesas” (Nakayama,1987, p.18).
O encaixe do quadril ou retroversão da pelve, é responsável pela manutenção do tronco ereto, em posição de equilíbrio, evitando gasto desnecessário de energia.

Nos referimos aqui ao processo de entrada e saída do ar dos pulmões para troca de gases, atendo-nos à importância das fases de inspiração e expiração, na aplicação dos golpes de KARATE.
A execução do golpe é precedida pela inspiração normal. No instante do impacto realiza-se uma expiração forçada buscando a energização do tanden. A expiração forçada ocorre pela forte contração dos músculos do abdômen e tórax (interceptais internos) e coincide com o momento em que todo corpo deve estar cooperando para potencializar ao máximo o kime, aumentando a estabilidade das articulações e equilíbrio corporal na aplicação do golpe.

About these ads

Sobre Edson Ribeiro

Quem sou eu Karateka por opção e paixão , Bancário por imposição da vida ( viver de Karate no Brasil é muito difícil).Não vivo do karate como profissão mas vivo intensamente o Karate como modo de vida . Acredito que todos os meus alunos podem ser melhores do que eu fui ou alguma vez serei e daí o meu nível de exigência para com eles. O meu sentido de humor chega a ser incomodativo/implicante e se duvidar esta é uma das razões porque não tenho muitos alunos, mas os poucos que tenho são de uma qualidade imcomparável.

Publicado em 26 de abril de 2010, em Sem categoria e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. É como dizia o grande Sensei Osvaldo França: sem quadril, vc naum é um bom karateca. Oss!

    • pra ser bom karateca tem que ter quadril sim senhor… e mais : esforcar para formacao do carater , criar intuito de esforco, respeitar assima de tudo, conter o espirito de agressao e fidelidade com verdadeiro cominho da razao OSS

  2. eu luto tawkomdo sou faixa preta e lutem valetudo
    lutem tatame e judo

  3. ola edson ribeiro você apenas está sendo exigente com você mesmo,quantos aos alunos,se eles buscam de verdade um bom treinamento é um bom professor,eles vam te agradescer mais tarde de não terem virado uns molegas:pra me não é só a faixa que quer dizer tudo são um conjunto de disciplina,treinamento arduo é a exigencia de um bom prof.

  1. Pingback: Os números de 2010 « Associação Sochin de Karate Shotokan

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 40 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: